Blog do André Avlis

Blog do André Avlis

Blog do André Avlis

E se você fosse Tite, quem escalaria?

Sem os jogadores que atuam no futebol inglês, Brasil volta a campo pelas Eliminatórias nesta quinta-feira, contra o Chile. Montei meu "11 inicial", confiram

01/09/2021 06h06 - Atualizado em 01/09/2021 07h07
E se você fosse Tite, quem escalaria?

Passado o problema, agora a busca é por solução.

Pela nona rodada, a seleção brasileira volta a campo nesta quinta-feira (02), contra o Chile, em Santiago, às 22h (horário de Brasília), dando início a 'rodada tripla' das Eliminatórias da Copa do Mundo 2022. 

A Argentina será o próximo adversário - em jogo atrasado da sexta rodada -, na Neo Química Arena, domingo (05), às 16h. Na sequência, pela 10ª rodada, o adversário será o Peru; quinta-feira (09), na Arena de Pernambuco, ás 21h30.

O Brasil é o líder e está invicto na competição. São seis jogos e seis vitórias; 16 gols marcados e apenas dois sofridos.

Antes da convocação, o técnico Tite um grande problema: a ausência de jogadores importantes. Uma vez que os clubes da Premier League e a própria liga não liberaram os jogadores convocados.

Dessa forma, os goleiros Alisson (Liverpool) e Ederson (M. City), o zagueiro Thiago Silva (Chelsea) e os atacantes Richarlison (Everton), Gabriel Jesus (M.City), Raphinha (Ledds) e Roberto Firmino (Liverpool), foram "barrados no baile".

Em seus lugares, Tite chamou os goleiros Santos (Athlético) e Everson (Atlético-MG), o zagueiro Miranda (São Paulo), os meio-campistas Gerson (O. Marselhe) e Edenilson (Internacional), e os atacantes Hulk (Atlético-MG), Malcom (Zenit) e Vinícius Júnior (Real Madrid).

Dito isto, quem escalar? Qual esquema usar? Que conceito aplicar? Qual estrutura utilizar?

Uma coisa é certa e óbvia: é praticamente impossível que haja um alto grau de entrosamento entre esses jogadores. O tempo mínimo de trabalho e preparação faz que esse fator seja iminente. Embora exista uma enorme qualidade no aspecto individual e técnico.

Particularmente, acho interessante a ideia utilizada nos últimos jogos. Especialmente as variações de sistema aplicadas. Quando ora o time se posta no 4-2-3-1, ora no 4-1-4-1 ou no 4-2-4, quando ataca.

Já na parte defensiva, Tite vem implantando as duas linha de quatro, junto da 'descida' de um homem de meio - na maioria das vezes - para fazer uma linha de cinco na defesa.

Mas se você fosse Tite, quem escalaria?

Eu montaria o time num 4-2-3-1, logicamente com as possibilidades de variações. Então, meu 11 inicial seria: Weverton; Daniel Alves, Marquinhos, Éder Militão e Arana; Casemiro, Gerson, Everton Ribeiro, Neymar e Hulk; Gabriel Barbosa.

A ideia é ter um time com mobilidade, saída de bola e agressivo ao atacar. Uma vez que as características destes jogadores, é de movimentação, dinâmica, abertura de espaços e aproximação.

Além disso, a troca de posições também seria um fator importante. Já que eles têm facilidade para flutuar, não guardar posição e principalmente: sabem improvisar. Ou seja, podem decidir na individualidade.

Na defesa, uma base foi mantida e certamente os conceitos também seriam. Com alguns ajustes, certamente. Pois a lucidez e solidez tática é um dos pontos altos da seleção brasileira.

Meu time está montado e o seu?