Blog do André Avlis

Blog do André Avlis

Blog do André Avlis

ASA: Áudio vazado de Gerente de Futebol retrata a péssima situação do clube

Emanuel Cerqueira, gerente de futebol, tem áudio vazado. Alguns torcedores pedem sua saída

01/10/2021 16h04 - Atualizado em 01/10/2021 17h05
ASA: Áudio vazado de Gerente de Futebol retrata a péssima situação do clube

Como vem acontecendo ultimamente, o ASA não tem um dia de paz.

Em meio a preparação para a Pré-Copa do Nordeste, onde o Alvinegro enfrenta o Sousa-PB, em Arapiraca, dia 14 de outubro, mais uma polêmica.

Um áudio de uma conversa de Whatsapp, do gerente de futebol do clube, Emanuel Cerqueira, foi vazado.

No áudio, o gerente diz: "Ôh Beto (funcionário do clube), eu não tô em ASA não. Tenho que controlar o Arapiraca. O ASA tem a programação dele e eu tenho a minha. O Arapiraca tem que ter a programação dele, tem negócio de ASA não. Você vá lá e fique - tem problema não. Deixe que eu resolvo."

Após a repercussão da "conversa", o clube emitiu uma nota explicando a situação.

Na postagem, o clube explica que por conta do grande número de atletas, o time será dividido em ASA e Arapiraca. Para a disputa do Campeonato Alagoano Sub-20.

Tendo Emanuel Cerqueira como técnico do Arapiraca e Riva como técnico do ASA.

Por esse motivo, um não vai interferir no trabalho do outro. E vice-versa. Desse modo, a explicação do clube é de que a fala de Emanuel Cerqueira foi fora do contexto.

Ainda na quinta-feira (30) a direção se reuniu e resolveu a situação. Tratando-se como "página virada".

No entanto, há um ponto fora da curva nisso tudo. Junto de um - ou vários - questionamentos

O ASA jogará a Pré-Copa do Nordeste basicamente com a sua base. Ou seja, o time comandado pelo técnico Riva. Com meninos do sub-20 em sua maioria.

Logo, trata-se do profissional do clube - mesmo que sejam garotos. A camisa que eles irão representar é do ASA. Da instituição. Onde Emanuel Cerqueira é gerente de futebol.

Então, é meio contraditório e incoerente um gerente de futebol ter uma fala equivocada como esta citada.

Ainda mais bizarro, a direção transparecer conivência com a situação. Como se fosse algo normal.

É mais um episódio que escancara a terrível situação do ASA. Em todos os aspectos. Em campo ou fora dele. Administrativos ou de bastidores.

Infelizmente.